F.A.Q - Dúvidas e Respostas

A tensão da rede elétrica, no Brasil, sofre variações constantes e este tipo de inconstância pode prejudicar computadores e periféricos. Para evitar que o computador seja prejudicado por esse tipo de variação no fornecimento de energia, existem equipamentos de proteção disponíveis no mercado: estabilizadores e no-breaks.
O uso de estabilizadores é uma cultura muito utilizada no Brasil,sendo que praticamente não existe em outros países.
O estabilizador tem como funcionalidade adequar a rede elétrica para os parâmetros adequados de funcionamento do
computador e periféricos, porém o mesmo faz com que o computador seja desligado imediatamente quando ocorre variação brusca na tensão da rede elétrica.

Isso evita que a máquina seja danificada, porém, não protege os dados/arquivos que estiverem sendo utilizados no momento desse desligamento. Ou seja, quem usa estabilizador está protegendo o computador mas seus dados/arquivos trabalhados estão completamente desprotegidos! No Brasil, infelizmente, ainda é comum o uso do estabilizador, principalmente por falta de informação a respeito das vantagens do uso do no-break, também conhecido como UPS (Uninterruptible Power Supply), em seu lugar.

Além de proteger os computadores no caso de variação no fornecimento de energia, o no-break mantém o computador ligado por alguns minutos antes de desligá-lo, permitindo ao usuário que salve os arquivos utilizados, evitando a perda de dados ou corrupção de dados.

Muitas vezes, os dados que estão sendo trabalhados no momento de uma variação no fornecimento de energia ou falta de energia é tão importante e valioso como o próprio computador. Cada vez mais, os usuários estão se conscientizando disso e percebendo o quanto é importante o uso de um no-break, para preservar, além dos equipamentos, os dados armazenados no computador.

Quem trabalha com computador precisa de um no-break, já que essa é a melhor forma de proteger o equipamento e, principalmente, os dados contidos nele, em caso de variações inesperadas no fornecimento de energia. O no-break evita
que o equipamento desligue ou reinicie imediatamente, quando ocorre interrupção no fornecimento de eletricidade.

Perder equipamentos e, muitas vezes, o trabalho ao qual foi dedicado muito tempo, é um grande transtorno pelo qual a maioria das pessoas já passou. Picos de tensão, piscadas e blecautes são problemas comuns em todo o mundo.

Infelizmente, o sistema elétrico brasileiro, assim como o de vários outros países, está muito longe de ser seguro ou estável. Provavelmente já aconteceu com você de estar trabalhando no micro e, de repente, as luzes piscarem, o micro
desligar e você perder tudo o que estava fazendo.

O pior de tudo é quando, ao religar o computador depois da pane, verificamos danos no hardware, muitas vezes irreversíveis. Em alguns casos, o computador nem mesmo volta a ligar.

O no-break surgiu para evitar esse tipo de transtorno, garantindo um tempo para finalizar o trabalho salvar os arquivos
quando ocorrem as interrupções inesperadas no fornecimento de energia.
O no-break é uma solução completa para a proteção, tanto do equipamento, quanto dos arquivos que se perderiam devido à falta de energia.

O no-break (ou UPS – Uninterruptible Power Supply] é indispensável no sistema de proteção de energia e indicado para qualquer aplicação, desde um simples computador até um data center, em telecomunicações, em indústrias, ou seja, em qualquer missão crítica.
Basicamente, um no-break tem dupla função: evitar um repentino desligamento das máquinas, em caso de blecaute, e garantir uma alimentação limpa, confiável e estabilizada para todos os equipamentos por ele protegidos.
Em caso de blecaute, o no-break coloca as baterias em ação imediatamente. Esta transferência ocorre sem interrupção,
o que garante que não haverá qualquer variação na alimentação das cargas críticas, garantindo a continuidade da produção e evitando a perda de matéria-prima, dados e informações.

A outra função do no-break é a mais exigida: a corrente elétrica alternada é transformada em corrente contínua para ser armazenada pela bateria e, novamente convertida em corrente alternada, que sai do no-break como “energia limpa” diretamente para a carga crítica, eliminando assim qualquer anomalia que possa interferir no funcionamento dos equipamentos.

A autonomia do no-break varia de acordo com a capacidade das baterias (medida em KVAS] e o consumo elétrico do seu micro (e do que mais você ligar na saída do no-break).
Geralmente, o considerado ideal é uma autonomia de 15 minutos, o que em geral será suficiente para terminar algo mais urgente e salvar tudo antes de desligar o micro. Mas, você poderá optar por um modelo de maior autonomia, caso ache que vale à pena. Existem, no mercado, no-breaks com autonomia para mais de uma hora.

Caso você tenha um micro médio, modem, monitor de 15 e uma impressora jato de tinta, um no-break de 600 VA durará de 15 a 18 minutos. Um de 650 VA, que é a capacidade mais comum, já durará até 20 minutos.

Caso no mesmo micro você queira uma autonomia de 30 minutos, então será necessário um no-break de pelo menos 1KVA.
Se a sua idéia é uma autonomia de uma hora, então o mínimo sobe para um no-break de 2 KVA (esses no-breaks têm um custo mais elevado). Se, por outro lado, você tiver um computador que consuma mais energia, então um no-break acima de 1I KVA será o mais indicado, pois um modelo de 650 VA poderá manter o micro ligado por menos de 10 minutos.

Um no-breaks normalmente vem com interface inteligente.

Neste caso, ligando o no-break a uma das saídas seriais do micro e instalando o software que o acompanha, você poderá programá-lo para que desligue o micro automaticamente e salve seus documentos caso a energia seja cortada.

Este é um recurso útil apenas caso você costume deixar o micro ligado sozinho, ou no caso de um servidor.

Existem dois tipos de “no-breaks”, o “on-line” e o “off-line”.

O primeiro, on-line, é melhor, pois nele a bateria alimenta continuamente e o micro é alimentado diretamente pela bateria, tendo um fornecimento 100% No no-break off-line, a energia da tomada é repassada diretamente para o micro, sendo a bateria usada apenas quando a corrente é cortada, não oferecendo uma proteção tão completa quanto o primeiro.

Para diferenciar os dois tipos, basta observar as luzes. Um no-break geralmente vem com duas luzes, “rede” e “bateria”.

A primeira indica que a energia da tomada está sendo repassada para o micro (off-line] enquanto a segunda indica que está sendo usada a bateria (on-line). Se a luz de rede ficar acesa continuamente, se apagando apenas quando a energia da tomada for cortada, então você tem em mãos um no-break off-line.

No-break multiprocessado é o nome popular dos modelos de no-break que oferecem conectividade com o PC.
A ligação padrão é feita através de um cabo serial e permite que o no-break envie informações sobre o status da bateria.

O PC pode ser então configurado para fechar os arquivos e desligar automaticamente quando a bateria atingir um nível crítico, dispensando a interação do usuário.

O windows oferece um utilitário de configuração que pode ser encontrado no painel de controle. No Linux o recurso é
suportado através do serviço “UPS” que deve estar ativo.

O cabo serial usado, no caso, é um cabo null-modem comum, o mesmo usado para transferir arquivos entre dois PCs.

O Fator de Potência (FP) é a relação entre a Potência Real (medida em watts) e a Potência Aparente (medida em volts-ampéres). A diferença ocorre em razão da defasagem entre a onda senoidal da tensão e da corrente em uma carga com alimentação de corrente alternada (CA).
O Fator de Potência (FP) é a relação entre a Potência Real (medida em watts) e a Potência Aparente (medida em volts-ampéres). A diferença ocorre em razão da defasagem entre a onda senoidal da tensão e da corrente em uma carga com alimentação de corrente alternada (CA).

Para esta situação, é necessária uma estrutura maior de cabeamentos e fusível para suportar a corrente, o que acarreta em custos mais altos.

É por isso que várias normais nacionais e intencionais especificam níveis aceitáveis de reflexos harmônicos originados por equipamentos eletrônicos em instalações, bem como definem níveis adequados para o FP de acordo com cada valor de corrente de carga. Assim, os equipamentos de TI mais modernos têm circuitos CFP (Correção de Fator de Potência) para garantir que as correntes harmônicas de entrada se mantenham nos níveis especificados pelas normas vigentes no país. E o FP esteja dentro dos limites especificados Uma das normas mais adotadas ê a EM 61000-3-2 (EUA), e o valor mais comum para o fator de potência de entrada dos equipamentos atuais de TI ê 0,9.

Portanto, se o no-break tiver FP de saída de 0,9, ele garante que as necessidades da grande maioria de seus equipamentos de TI serão atendidas. Um no-break com FP menor que 0,9 até pode alimentar seus equipamentos, mas precisará ser superdimensionado.


Por essa razão, o recomendável é que se usem módulos já projetados com esse fator de potência de saída, pois assim o no-break tem melhor compatibilidade com as necessidades de alimentação dos equipamentos atuais de TI e garante ao usuário que utilize seus equipamentos da forma mais eficaz possível e que não seja levado a cometer enganos no dimensionamento do FP.

Ou seja: a condição ideal é quando o fator de potência de entrada da carga é igual ou maior do que o fator de potência de saída do no-break , desde que este seja de 0,9.

Fator de Potência (FP) é um número que representa a porção da potência aparente dissipada no circuito. Logo, quanto mais alto o FP, mais kW úteis serão adquiridos para cada kVA comprado.

Potência Aparente x FP = Potência Real Assim, FP = Potência Real/Potência Aparente

Em resumo:
O Fator de Potência de saída do no-break deve sempre ser otimizado de acordo com o Fator de Potência de entrada da carga que ele alimentará.

Um Fator de Potência baixo demanda o duperdimencionamento do no-break, cabeamento e fusíveis.
 

Indicado para uso em no-breaks, luz de emergência, sistemas de segurança e alarmes, telecomunicações e outras aplicações.

Um diferencial importante para as baterias VRLA é a baixa emissão de gases, o que suprime a necessidade de ventilação especial. Pelo seu formato compacto, elas são perfeitas para utilizações com pouca manutenção e em espaços bastante restritos.

Aplicação em No-Break (UPS), Telecomunicações, PABX, Iluminação de Emergência

As baterias estacionárias possuem grades de liga de chumbo-cálcio laminado expandido,  trabalham com temperaturas até 40ºC.

Placas espessas de alta densidade com separadores de polietileno em forma de envelope com alta resistência mecânica.

Caixa e tampa de polipropileno de alta resistência a impactos com tampas seladas por fusão do material, sem possibilidade de apresentar vazamentos.

Driver é um Software (programa) desenvolvido pelo fabricante de determinado equipamento para torná-lo funcional com o S.O (Sistema Operacional).

Ocorrerá a perda de garantia do seu equipamento desde que haja o rompimento de lacre de garantia ou que seja constatada falha em condições anormais de uso do equipamento

Problemas de fabricação e aqueles relacionados no Certificado de Garantia, que vem presente no manual. 

A substituição de peças e/ou componentes que tenham sido retirados ou substituídos por técnicos não autorizados; defeitos provocados pelo uso indevido do equipamento, em desacordo com o Certifica de Garantia ou ligação e rede elétrica inadequada, batidas, fogo, queda, influência de temperaturas anormais, utilização de agentes químicos e corrosivos, etc. ou provenientes de caso fortuito e força maior; os consertos, adaptações ou upgrades feitos por pessoas ou empresas não autorizadas; danos causados pela instalação de softwares de procedência duvidosa; equipamentos cujo lacre esteja rompido e/ou violado. 

Sim. Estamos autorizados por uma rede nacional de cursos técnicos, a realizar em Goiânia e região cursos profissionalizantes na área de Manutenção de Notebooks, Nobreaks e Estabilizadores.

 

Sim. Atendendo a necessidade de alguns clientes, realizamos atendimento amplo a todos os interessados em realizar locação de nobreaks 

Todos os direitos reservados © 2019

WhatsApp chat